Chegadas e Partidas

Como é difícil dar tchau.

Mesmo sabendo que a gente vai reencontrar as pessoas queridas, mesmo sabendo a data, horário e local… It doesn’t make it easier!

A vida é feita de chegadas e partidas, o tempo todo!

Quando chega a puberdade, vai embora a infância. Quando chega a faculdade, vai embora o colégio. Enquanto conhecemos novos amigos, alguns se perdem. A chegada de um novo carro, uma nova casa, um novo namorado, tudo implica na despedida de anteriores.

Acho que a vida nos prepara desde o início para as despedidas mais fortes, mas parece que a gente não percebe. Ou simplesmente não faz diferença, não torna as coisas mais fáceis. Mas isso até o momento em que a gente decide olhar a vida, olhar os acontecimentos, as pessoas, os lugares, com outros olhos. A despedida implica em chegada, em reencontro. Com o conhecido ou com o desconhecido. De qualquer forma uma evolução. Uma evolução que a gente sempre procura para o melhor. É isto que nos move.

Reconhecer, nomear, aceitar estas chegadas e partidas, estas evoluções, é o primeiro passo para vê-las de uma forma diferente. De uma forma positiva.

A minha vontade de escrever sobre este tema se deve obviamente por tudo aquilo que o meu namoro à distância me traz. Os desafios, os momentos difíceis, mas também a renovação. O reencontro e a certeza de que se encontrou a pessoa certa para estar ao lado. A pessoa que mesmo do outro lado do oceano te faz mais completo, mais feliz e mais presente.

O nome deste post se deve ao programa da GNT que também me motivou a escrever sobre o tema. A Astrid fica no Aeroporto de Guarulhos entrevistando as pessoas que estão indo embora ou esperando alguém. É muito legal. É algo que eu sempre pensei. No aeroporto tem tudo que é tipo de história e sempre fiquei curiosa para ouvir um pouco delas. Vale a pena assistir! 🙂

Advertisements

5 Comments »

  1. Flávia Said:

    Amei o texto, Carol! Tu escreve muuuito bem!

    Sempre me pego pensando nisso, me lembra também aquela frase que diz que cada escolha implica em uma renúncia… A vida é assim, né? 🙂

    Beijocas!

    Flávia

  2. Fe Said:

    Vou procurar a Astrid quando chegar em SP hahahaha
    PS: Concordo com a Flávia. Tu escreve muito bem 🙂

  3. carolgasi Said:

    Ai brigadaaaa!!!! Eu adooooro escrever e filosofar!!!! Ainda vou escrever um livro!!! Hihihihi

  4. Lucy Jeckel Said:

    Ai amigaaaaa, adoro ler teus posts!! Sempre que entro no meu email e tenho um tempinho a mais entro pra ler… sinto muito tua falta… mesmo morando perto, na mesmo cidade, o meu horário de trabalho e o fato de estar sem funcionária me sobrecarrega de mais!! Sabe que me identifico contigo?? Tb estou namorando a distância. =) Sim… muitas fofocas e papo para colocar em dia… Mas é muito bom quando nos encontramos, mas ao mesmo tempo sabemos que em breve devemos nos despedir… é triste. Beijo bem grande no teu coração. Mesmo “distantes”, tu sabe que te adoro muito née?? Beijo da nipônica!

    • carolgasi Said:

      Ai que gostoso ouvir isso!!!! Também sinto muito a tua falta!!! Temos muitas fofocas para colocar em dia!!!!
      Arruma um tempinho pra mimmmm!!!!!!!

      Eu sei que tu me adora por que eu também te adoro muito!!!!!!

      Beijos na minha nipônica!!!!


{ RSS feed for comments on this post} · { TrackBack URI }

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: